Confissões - Charles Bukowski

Charles Bukowski (1920 - 1994) foi romancista, contista e poeta genial e também alcoólatra, jogador e vagabundo. Não conseguiu se enquadrar no mundo, mas representou como poucos a brutalidade da essência humana.

Frequentemente é confundido com escritores da geração "beatnik" como Ginsberg, Kerouac ou Ferlinghetti, mas na verdade antecede em muito este movimento, fazendo os autores citados parecerem ingênuos.

O poema "confession" foi publicado originalmente no livro "The last night of the Earth poems" de 1992 e também pode ser encontrado na edição bilíngue da Bertrand Brasil de 2003: "Os 25 melhores poemas de Charles Bukowski", traduzido por Jorge Wanderley.

Confession

waiting for death
like a cat
that will jump on the
bed

I am so very sorry for
my wife

she will see this
stiff
white
body

shake it once, then
maybe
again:

“Hank!”

Hank won´t
answer.

it´s not my death that
worries me, it´s my wife
left with this
pile of
nothing.

I want to
let her know
though
that all the nights
sleeping
beside her

even the useless
arguments
were things
ever splendid

and the hard
words
I ever feared to
say
can now be
said:

I love
you.

2 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

20 personagens femininas da literatura mundial

Ian McEwan - Enclausurado

20 problemas que somente os apaixonados por livros podem entender

As 20 melhores distopias da literatura

Amós Oz e David Grossman avançam para a shortlist do Man Booker International Prize 2017