Prêmio Príncipe de Astúrias 2009

O escritor albanês Ismail Kadaré foi anunciado hoje como o vencedor do Príncipe de Astúrias de Literatura de 2009 com uma premiação de 50 mil euros e direito a uma escultura criada por Joan Miró.

Ismail Kadaré é bastante conhecido no Brasil por conta de seu clássico "Abril Despedaçado" que foi adaptado para o cinema por Walter Salles. Parece que o meu profético amigo Barros já estava adivinhando esta premiação e publicou uma postagem especial sobre Kadaré no início de Abril (ver detalhes aqui).

Entre os finalistas estavam o holandês Cees Nooteboom, o italiano Antonio Tabucchi, o tcheco Milan Kundera e o britânico Ian McEwan. Mais de 30 candidaturas de 25 países concorreram ao Prêmio Príncipe de Astúrias de Literatura 2009.

No ano passado, a vencedora foi a canadense Margaret Atwood (ver postagem do Mundo de K). Autores como Mario Vargas Llosa, Paul Auster, Doris Lessing, Susan Sontag, Amós Oz e a brasileira Nélida Piñon já receberam esta premiação, ver relação completa com links abaixo:

2008 - Margaret Atwood - Canadá

2007 - Amos Oz - Israel

2006 - Paul Auster - EUA

2005 - Nélida Piñon - Brasil

2004 - Claudio Magris - Itália

2003 - Fatema Mernissi - Marrocos

2003 - Susan Sontag - EUA

2002 - Arthur Miller - EUA

2001 - Doris Lessing - Reino Unido

2000 - Augusto Monterroso - Guatemala

1999 - Günter Grass - Alemanha

1998 - Francisco Ayala - Espanha

1997 - Álvaro Mutis - Colômbia

1996 - Francisco Umbral - Espanha

1995 - Carlos Bousoño - Espanha

1994 - Carlos Fuentes - México

1993 - Claudio Rodríguez - Espanha

1992 - Francisco Morales Nieva - Espanha

1991 - Povo de Porto Rico

1990 - Arturo Uslar Pietri - Venezuela

1989 - Ricardo Gullón - Espanha

1988 - Carmen Martín Gaite - Espanha

1988 - José Ángel Valente - Espanha

1987 - Camilo José Cela - Espanha

1986 - Rafael Lapesa Melgar - Espanha

1986 - Mario Vargas Llosa - Peru

1985 - Ángel González - Espanha

1984 - Pablo García Baena - Espanha

1983 - Juan Rulfo - México

1982 - Miguel Delibes Setién - Espanha

1982 - Gonzalo Torrente Ballester - Espanha

1981 - José Hierro Real - Espanha

14 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Os melhores conselhos para conviver com uma pessoa fanática por livros

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

João Gilberto Noll (1946-2017)

As 20 melhores distopias da literatura

As estranhas flores de Georgia O’Keeffe

20 sites para baixar livros legalmente e de graça