quarta-feira, dezembro 29, 2010

Henry James - Pelos Olhos de Maisie

Henry James - Pelos Olhos de Maisie - Editora Companhia das Letras - Selo Penguin Companhia - 412 páginas - Tradução de Paulo Henriques Britto - Introdução e Comentários de Cristopher Ricks, lançamento 22/07/2010.

A insensatez humana não tem limite, sendo que não existe prova maior disso do que constatar os casos de separação litigiosa e os efeitos das disputas judiciais entre casais pela guarda dos filhos. Isto, infelizmente, já não é novidade desde o século XIX, mas a genialidade de Henry James (1843 - 1916) consistiu  em posicionar a sua inocente protagonista Maisie, de apenas oito anos, no centro desta estúpida disputa e apoiar toda a narrativa com base nas impressões e no entendimento consciente ou inconsciente dela de toda a situação. A sensibilidade de Maisie faz com que  entenda de alguma forma a maior parte das ações egoístas dos pais, assim como também acabe interferindo de forma decisiva no desenvolvimento do enredo. O título original em inglês, What Maisie Knew (O que Maisie Sabia),  deixa esta questão em aberto, sendo um dos pontos principais do livro a dúvida sobre a inocência e integridade moral da criança após a convivência em um ambiente corrompido.

O romance inicia com a decisão judicial de alternar a guarda da filha entre o pai e a mãe por períodos de seis meses. Na prática, o que ocorre verdadeiramente é que os pais se aproveitam da disputa pela filha "não pelo bem que pudessem fazer a ela, mas pelo mal que, com a ajuda inconsciente dela, cada um poderia fazer ao outro". Sendo assim, no início da separação eles tendem a aumentar os períodos determinados por lei como maneira de agressão mútua. Com o passar do tempo o procedimento passa a ser o oposto, buscando ficar o menor tempo possível com a criança. Além disso, utilizam-se da própria filha para enviar  reciprocamente mensagens carregadas de ódio ao final de cada período. Apesar do tema difícil, o humor é mantido através de uma narrativa irônica e do carisma da personagem infantil equilibrando a narrativa que poderia, de outra forma, se tornar pesada ou até mesmo monótona.

A situação fica ainda mais confusa quando Maisie passa a conviver com um segundo pai após o novo casamento da mãe e uma segunda mãe após o novo casamento do pai. A pobre criança poderia ter algum descanso se os pais se satisfizessem com suas novas relações, mas o que ocorre são novas separações e a ampliação das partes interessadas. A única personagem realmente preocupada com a felicidade de Maisie parece ser a sua governanta. Henry James criou uma obra de intensa ação psicológica que consegue transmitir de forma sutil através da sensibilidade de Maisie toda a tensão dramática que envolve as expectativas e frustrações dos personagens.

Esta edição conta, além da introdução e comentários do professor da Universidade de Boston Cristopher Ricks, com a cronologia da vida e da obra de Henry James, cinco resenhas escritas à época do lançamento do livro e um ensaio do próprio autor em que ele comenta o seu método de trabalho no desenvolvimento deste romance, escrito em 1908 para a "New York Edition" de suas obras (leia aqui um trecho do livro em pdf).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
>