e. e. cummings - análise do poema "1(a"

pintura a óleo - auto-retrato - 1950
Somente Augusto de Campos poderia traduzir e comentar o mais experimental e moderno poeta de todos os tempos, o americano e. e. cummigs (1894 - 1962), por sinal um precursor do uso das letras minúsculas em seu nome, assim como o atualíssimo valter hugo mãe. Utilizo como referência para esta postagem a edição bilíngue de 1986 da editora brasiliense que reúne 40 poemas traduzidos e a análise abaixo também é de Augusto de Campos.

Na poesia de Cummings o aspecto visual e a composição tipográfica do poema são parte fundamental do trabalho, seja pela posição e deslocamento das palavras, sinais de pontuação, espaços em branco ou por meio do número de letras e linhas que influenciam diretamente no ritmo do poema. Todas essas características fazem da poesia de Cummings um desafio praticamente intransponível para qualquer tradutor.

O poema "1(a" ou "a leaf falls on loneliness", como também é conhecido, pode ser uma ótima introdução para a linguagem cummingsiana. Este trabalho, publicado quando Cummings tinha 64 anos no livro "95 poems", é composto por apenas uma palavra e uma frase: loneliness (solidão) e a leaf falls (uma folha cai). A palavra e a frase se opõem uma a outra como o conceito subjetivo (loneliness) e a imagem objetiva (a leaf falls), têm o mesmo número de letras.

A composição é organizada em grupos de linhas, com a alternância de 1 e 3 linhas. O tipo dos caracteres "1" e "f" (principalmente no tipo com serifa , times new roman) representam uma ambivalência que é parte fundamental do contraste com "alone" (só), "one" (um) e "oneliness" (unicidade). Finalmente, como destaca Augusto de Campos: "através do recorte das linhas, o poeta representa o movimento da folha caindo — o '1' que vem da primeira linha, passando pelos 'ff' subsequentes —, rodopiando na inversão das letras 'af' (final de 'leaf') e 'fa' (início de 'fall') até desaparecer na última linha".

Bem, sem maiores introduções ou "intraduções" como brincou Augusto de Campos, vamos ao poema "1(a" ou "a leaf falls on loneliness":
l(a

le
af
fa

ll

s)
one
l

iness
Referência: Editora Brasiliense, 1986, 146 páginas - 40 poem(a)s de e. e. cummings
10 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

20 personagens femininas da literatura mundial

Ian McEwan - Enclausurado

20 problemas que somente os apaixonados por livros podem entender

As 20 melhores distopias da literatura

Amós Oz e David Grossman avançam para a shortlist do Man Booker International Prize 2017