Guille Thomazi - Gado Novo

Guille Thomazi - Gado Novo - 66 páginas - Editora 7Letras - Lançamento: Maio 2013.

É surpreendente a personalidade do jovem autor catarinense Guille Thomazi neste seu romance de estreia em que conduz a polifonia narrativa com segurança de escritor maduro, alternando diferentes pontos de vista dos personagens sem nome, sempre com frases cortantes em primeira pessoa e representando assim a solidão e desamparo do homem frente à natureza exuberante e hostil das fazendas do interior do Mato Grosso. 

Cada capítulo apresenta uma chave para a solução do assassinato, com requintes de crueldade, da menina Isabel e o entendimento completo do ocorrido o leitor só consegue ao final do romance que poderia ser classificado também como uma novela, devido à curta extensão e que justamente acaba amplificando o efeito devastador, como bem destacado pelo texto de divulgação da editora: "curto e potente como um tiro de revólver, como um coice". Bom exemplo da tensão narrativa encontramos também nas reflexões do assassino, descritas logo no primeiro capítulo:
"Preciso voltar. Preciso convencê-la da minha mentira. Preciso mentir, inventar, tornar verdade. Preciso de água. Não existe água. Tudo é seco. Falta um mês pra chuva. O vento levanta do chão a poeira, fina como talco, e traz pra mim. A menina sumiu. Foi imaginação. Não foi imaginação. Há sangue seco no pasto. Não existe onça nessa história."
Vale ressaltar que a relação entre homem e natureza na literatura nacional não é um tema de fácil desenvolvimento devido ao desafio de encontrar caminhos originais, diferentes da tradição verdadeiramente intransponível de nomes como Euclides da Cunha, Graciliano Ramos e Guimarães Rosa. Talvez este desafio tenha direcionado a nossa literatura contemporânea para um ambiente essencialmente urbano, mas Guille Thomazi não se deixou intimidar por essa dificuldade e acabou escrevendo um belo livro.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Os melhores conselhos para conviver com uma pessoa fanática por livros

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores distopias da literatura

As estranhas flores de Georgia O’Keeffe

20 sites para baixar livros legalmente e de graça

O Idiota - Fiódor Dostoiévski