Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Recovering the Classics

Imagem
A organização Creative Action Network é formada por uma comunidade online de artistas em todo o mundo com a finalidade de viabilizar projetos de divulgação e comercialização de imagens, marcas e ideias. Um dos projetos mais interessantes é o que está disponível no site Recovering the Classics, no qual artistas gráficos são convidados a apresentar as suas versões para as capas de 50 clássicos da literatura já em domínio público (ver aqui a lista de títulos). A versão do livro, com a capa escolhida, pode ser encomendada no próprio site nas versões e-book para download ou em edição impressa tradicional.

Um aspecto positivo da iniciativa é que todos esses clássicos já encontram-se disponíveis para download gratuito na internet, mas as capas são antigas e muitas vezes datadas. Sendo assim, o movimento gera uma revitalização das obras que ganham uma roupagem mais moderna, despertando a atenção e o interesse de novos leitores. Obviamente nem todas as capas apresentam o mesmo nível de criativ…

Wislawa Szymborska - Poemas

Imagem
Wislawa Szymborska - Poemas - Editora Companhia das Letras - 168 páginas - Lançamento 26/09/2011 - Seleção, tradução e prefácio de Regina Przybycien (ler aqui trecho em pdf disponibilizado pela editora).
Um livro absolutamente indispensável para quem gosta de poesia e procura entender um pouco mais dessa estranha matéria chamada natureza humana. É a primeira tradução da polonesa Wislawa Szymborska (1923 - 2012), prêmio Nobel de literatura de 1996, no Brasil, talvez pelo fato da língua original representar um desafio tão grande para qualquer tradutor com os seus assustadores agrupamentos consonantais, a começar pelo nome da própria autora que, por sinal, pronuncia-se como Vissuáva Chembórska. Para conhecer mais sobre o trabalho dela, recomendo esta matéria da revista Piauí de março/2012, escrita por Eucanaã Ferraz, e o site do prêmio Nobelcom biografia e outras informações.

Wislawa Szymborska sempre procurou preservar a sua vida particular, tendo concedido poucas entrevistas e deixado s…

J.M. Coetzee - A infância de Jesus

Imagem
J.M. Coetzee - A infância de Jesus - Editora Companhia das Letras - 304 páginas - Lançamento 10/04/2013 - Tradução de José Rubens Siqueira (ler aqui trecho em pdf disponibilizado pela editora).
O mais novo romance de Coetzee é uma obra desafiadora e que só mesmo um autor consagrado como ele teria coragem de lançar. Não por ser um livro de contestação religiosa como o título pode sugerir, algo no estilo de O Evangelho segundo Jesus Cristo de José Saramago. Na verdade, nada pode ser tão simples na ficção de Coetzee, as comparações com passagens famosas do Evangelho são tão sutilmente insinuadas que, caso não soubéssemos o título, dificilmente perceberíamos estas conexões. O que mais impressiona é a forma com que o autor trabalha a indefinição narrativa, deixando o leitor angustiado ao perseguir um sentido para o romance que lhe escapa capítulo após capítulo.
Um homem desembarca, juntamente com um menino, em um continente não identificado e em uma época não definida, juntos descobrem uma s…

Jacques Bonnet - Fantasmas na Biblioteca

Imagem
Jacques Bonnet - Fantasmas na Biblioteca - A arte de viver entre livros -160 páginas - Editora Civilização Brasileira - Tradução de Jorge Coli - lançamento 2013.
Jacques Bonnet é um editor e tradutor francês, que convive com o doce problema de administrar uma biblioteca particular de dezenas de milhares de livros acumulados durante a vida. Na verdade, ele é um bibliófilo do tipo de José Mindlin, Umberto Eco ou Alberto Manguel, mas prefere se definir como um bibliomaníaco porque, como ele mesmo explica, o bibliófilo guarda volumes tão preciosos que seu proprietário nunca os abre com medo de estragá-los, enquanto, no caso dele, não existe a menor hesitação em escrever nos livros ou lê-los na banheira. A sua biblioteca não é especializada, ou antes, é especializada em tantos domínios, que se torna generalista.
O bibliomaníaco, ainda segundo Bonnet, pode  ser dividido em dois gêneros principais: os colecionadores e os leitores obstinados. Os primeiros podem chegar a perder todo o limite qua…

Patti Smith - Just Kids

Imagem
Patti Smith - Just Kids - 310 páginas - Editora Ecco / Harper Collins - Lançamento 2010 (publicado no Brasil pela Companhia das Letras em 25/11/2010 como "Só Garotos" - ler aqui um trecho em pdf).

A poeta, cantora, compositora e artista plástica Patti Smith foi premiada com o National Book Award de 2010 por esta sensível e sincera autobiografia que mais parece ficção. Ao narrar detalhes do início de sua carreira, desde a chegada em Nova York, no verão de 1967, até o lançamento do aclamado album de estréia, Horses, em 1975, Patti Smith conta sua incomum história de amor platônico com o fotógrafo Robert Mapplethorpe (1946 - 1989) e de como participou em uma das cenas culturais mais intensas do século XX, no início passando fome e dormindo nas ruas de Manhattan e, posteriormente, morando no folclórico hotel Chelsea, relacionando-se com artistas como o poeta beat Allen Ginsberg, astros do rock como Janis Joplin e Jimi Hendrix ou artistas de vanguarda da época, influenciados por A…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...