segunda-feira, março 14, 2016

Georges de La Tour

O recém-nascido (1648) - Georges de La Tour - Museu de Rennes, França
O Museu do Prado apresenta até 12 de junho uma exposição com 31 das 40 obras conhecidas de Georges de La Tour (1593 - 1652). Um artista francês que, até hoje, desafia os críticos com uma das biografias mais misteriosas da história da arte. Até pouco tempo, algumas de suas telas eram atribuídas a pintores da escola espanhola e holandesa, inclusive ao italiano Caravaggio que influenciou o seu estilo de contrastes entre claro e escuro, religioso e profano. O Diretor do Museu do Prado, Miguel Zugaza define Georges La Tour como o mais espanhol dos pintores franceses. O quadro acima, "O recém-nascido", da fase final de sua carreira, é um exemplo da técnica de contrastes que confere um tom divino a uma simples cena familiar.

O Trapaceiro com Ás de Ouros (1635) - Georges de La Tour - Museu do Louvre
Já na obra acima, "O Trapaceiro com Ás de Ouros"o clima é definitivamente mundano e inspirado em Caravaggio. Um toque cômico faz com que o observador se torne cúmplice do ato ilícito que é representado na tela. Nos motivos religiosos, geralmente as pessoas estão isoladas na escuridão e fracamente iluminadas por apenas uma vela, não é o caso desta imagem, onde as personagens centrais estão bem iluminadas e apenas o trapaceiro à esquerda tem o seu rosto parcialmente escondido na penumbra. A comunicação indireta entre a senhora e sua serva parece ainda indicar que ela tem noção exata da fraude em andamento.

A Cartomante (1630) Georges de La Tour - Museu Metropolitan
Em "A Cartomante", outra cena de efeito teatral, uma velha cigana está distraindo um jovem de aparência ingênua — mas ao mesmo tempo arrogante — enquanto as suas comparsas efetuam o roubo. O Museu do Prado é proprietário de apenas duas telas de La Tour: "Cego Tocando Sanfona" (siga o link para uma imagem em alta definição) e "Lendo uma Carta". Todas as outras obras reunidas nesta exposição são originárias de 17 países e 22 instituições diferentes, entre os quais o Louvre e Metropolitan.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
>