terça-feira, março 01, 2016

Principais prêmios literários internacionais em 2016


É bem mais fácil acompanhar os cronogramas de seleção e premiação internacionais do que os eventos similares nacionais, uma vez que, no Brasil, a grande maioria das organizações ainda não divulgou os editais para 2016 nos respectivos sites. Naturalmente que, mesmo nos concursos internacionais, nem sempre os critérios de nomeação e escolha são à prova de contestação e obviamente, nos países estrangeiros, existe um número muito maior de organizações dedicadas a este assunto como, por exemplo, os prêmios: Hans Christian Andersen (internacional), Franz Kafka (internacional) PEN/Faulkner (autores norte-americanos), Goethe (autores alemães), Miguel de Cervantes (autores em língua espanhola), Prix Gouncourt (autores franceses), para citar somente alguns. A seleção abaixo é apenas indicativa dos prêmios mais conhecidos e que costumo acompanhar todo ano aqui no blog.

Prêmio Nobel de Literatura - Um dos prêmios mais tradicionais e valorizados, tanto devido ao prestígio e poder de divulgação quanto do ponto de vista financeiro. A premiação é concedida anualmente pela Academia Sueca desde 1901 e considera o conjunto da obra de um autor vivo, sempre com um caráter fortemente político o que, muitas vezes, provoca polêmica pela falta de transparência no processo de escolha.

A divulgação do autor premiado é feita no início de outubro de cada ano. Até hoje apenas José Saramago foi laureado em 1998 como autor de língua portuguesa. Leia aqui os procedimentos de nomeação e escolha dos premiados, segundo a Academia Sueca.

A escritora e jornalista bielorussa Svetlana Alexievich (desconhecida no Brasil), de 67 anos, recebeu o Nobel de Literatura de 2015 levando um prêmio de 8 milhões de coroas suecas (cerca de US$ 950 mil). Ela foi o 112° escritor (e apenas a 14° mulher) a receber esta distinção. A escolha representou também uma notável exceção porque não é comum premiar um autor que escreva não ficção. No Brasil, o livro "As Vozes de Chernobyl" de Svetlana Alexievich, uma reportagem sobre o maior acidente nuclear da história, será lançado em 2016 pela Editora Companhia das Letras. 

Para conhecer os vencedores das edições anteriores do Prêmio Nobel de Literatura clique aqui.

Man Booker Prize - Talvez o mais importante prêmio literário em língua inglesa, criado em 1968, na época somente para escritores do Reino Unido, Irlanda e da comunidade britânica. Atualmente, os critérios de seleção foram ampliados e podem concorrer autores de qualquer nacionalidade, desde que escrevam em inglês e tenham publicado a sua obra no Reino Unido. Depois do Nobel é certamente o prêmio que mais provoca o aumento de vendas de um romance.

O procedimento de nomeação e escolha dos vencedores é bastante transparente. Para 2016, o seguinte planejamento, incluindo a lista de jurados, está descrito no site da organização: divulgação da primeira etapa de finalistas (longlist) contando com 13 romances em 27 de julho, definição dos 06 finalistas (shortlist) em 13 de setembro, cerimônia do vencedor em 25 de outubro.

Em 2015, o Man Booker foi para o escritor jamaicano Marlon James com "A Brief History of Seven Killings", inspirado em um caso real que descreve como Bob Marley e sua equipe foram atacados antes de um show pela paz em 1976 na Jamaica. O autor recebeu 50 mil libras, aproximadamente 70 mil euros, além da certeza de um incremento substancial nas vendas devido à divulgação. O livro será lançado no Brasil em 2016 pela Editora Intrínseca.

National Book AwardÉ um dos prêmios literários mais importantes dos Estados Unidos, concedido anualmente, desde 1950, a autores norte-americanos vivos. Atualmente, existem quatro categorias: ficção, não-ficção, poesia e literatura juvenil. Os vencedores de cada categoria recebem um prêmio de US$ 10.000.

Os termos e condições para participação e o processo de seleção estão baseados nos seguintes e principais marcos: divulgação da primeira etapa de finalistas (longlist) com 10 livros de cada categoria em setembro, definição dos cinco finalistas de cada categoria em outubro, cerimônia dos vencedores em novembro. O vencedor de ficção da versão 2015 foi Adam Johnson com "Fortune Smiles: Stories" (Editora Random House).

Fundação Princesa de Asturias - Concedido anualmente, desde 1981, à pessoa, instituição, grupo de pessoas ou de instituições cujo trabalho de criação ou de pesquisa represente uma contribuição relevante para a cultura universal nas áreas de Literatura ou de Linguística.

Para o ano de 2016 serão aceitas candidaturas até o dia 10 de março e a cerimônia solene de entrega dos prêmios será realizada em Oviedo (Principado de Astúrias, Espanha) em outubro. Cada prêmio da Fundação Princesa de Astúrias é dotado com uma escultura de Joan Miró — símbolo da premiação — uma quantia de 50.000 euros e uma insígnia. Leia aqui o edital 2016 com todo o procedimento de nomeação e premiação.

Em 2015, o cubano Leonardo Padura foi laureado. A brasileira Nélida Piñon foi agraciada em 2005 com este prêmio. Visite o site e conheça a relação completa de escritores premiados dos anos anteriores clicando aqui.

Prêmio Camões - O prêmio Camões foi instituído em 1988 pelo Protocolo Adicional ao Acordo Cultural entre os governos de Brasil e de Portugal, para ser atribuído anualmente aos escritores que tenham contribuído de forma relevante para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua portuguesa. O valor do prêmio é de 100.000 euros.

A escritora portuguesa Hélia Correia foi agraciada com o Prêmio Camões em 2015.

O poeta e historiador Alberto da Costa e Silva passou a integrar em 2012 o seleto time de brasileiros já contemplados pelo Prêmio Camões: Dalton Trevisan (2012), Ferreira Gullar (2010), João Ubaldo Ribeiro (2008), Lygia Fagundes Telles (2005), Rubem Fonseca (2003), Autran Dourado (2000), Antonio Cândido de Mello e Sousa (1998), Jorge Amado (1995), Rachel de Queiroz (1993) e João Cabral de Melo Neto (1990).

Prêmio Fundação José Saramago - Esta premiação ocorre somente a cada dois anos, distinguindo jovens escritores com idade até 35 anos por uma obra de ficção publicada em qualquer país de língua portuguesa. É uma oportunidade importante de descobrir e consolidar novos talentos como foi o caso de Valter Hugo Mãe e das brasileiras Adriana Lisboa e Andrea del Fuego.

O vencedor da nona edição em 2015 foi Bruno Vieira Amaral com um prêmio de 25.000 euros e os vencedores das edições anteriores: Paulo José Miranda (1999), José Luís Peixoto (2001), Adriana Lisboa (2003), Gonçalo M. Tavares (2005), Valter Hugo Mãe (2007), João Tordo (2009), Andrea del Fuego (2011) e Ondjaki (2013).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
>