Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Ian McEwan - Enclausurado

Imagem
Ian McEwan - Enclausurado (título original: Nutshel) - Editora Companhia das Letras - 200 Páginas - Tradução de Jorio Dauster - Lançamento 03/10/2016.
O último romance de Ian McEwan é de dar inveja a qualquer autor, tanto pela originalidade do tema quanto pela forma magistral como ele conduz a trama até o final. A narrativa é toda feita em primeira pessoa por meio do seu improvável protagonista, um feto no nono mês de gestação. De dentro da barriga da mãe ele acompanha impotente e com riqueza de detalhes todo o planejamento de um assassinato pela mãe e seu amante. O toque de mestre é que a vítima deste plano diabólico é ninguém menos que seu próprio pai e o amante da mãe, seu tio. É preciso muita coragem e segurança para um autor consagrado como McEwan se arriscar com um argumento tão louco assim. Passei todo a leitura imaginando como ele conseguiria dar um final satisfatório para este livro que, me arrisco a dizer, é o melhor dele depois do já clássico "Reparação" de 2001. A…

Liev Tolstói - Contos Completos

Imagem
Liev Tolstói - Contos Completos - Editora Cosac Naify - três volumes - 2080 Páginas - Tradução direta do russo e apresentação de Rubens Figueiredo - Lançamento 17/09/2015.

Esta é uma das mais bem cuidadas edições da infelizmente extinta editora Cosac Naify. O projeto gráfico é de Flávia Castanheira que soube criar uma solução bonita e prática para acomodar os três volumes em formato pequeno e capa flexível, tornando a leitura mais confortável e facilitando o manuseio dos livros que, de outra forma, ficariam muito pesados. As fotos que ilustram a edição são de Serguei Mikháilovitch Prokúdin-Gorskii (1863 - 1944), um dos pioneiros da fotografia em cores através de uma técnica que consistia na superposição de três chapas de vidro, capturando a mesma imagem em exposições sucessivas sob um filtro vermelho, um azul e outro verde. Esta foi mais uma decisão adequada ao projeto gráfico da antologia porque o fotógrafo, assim como Tolstói, soube representar com originalidade e autenticidade toda …

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

Imagem
Obras essenciais na dramaturgia, poesia e prosa portuguesas, clássicos que influenciaram a formação de nossa cultura literária desse lado do Atlântico. Algumas escolhas são óbvias como: Gil Vicente, Camões e Padre António Vieira que não poderiam faltar em qualquer antologia, mas como escolher apenas um romance entre autores lusitanos favoritos como Eça de Queirós (A Relíquia, O Crime do Padre Amaro, O Primo Basílio, A Cidade e as Serras), José Saramago (Memorial do Convento, História do Cerco de Lisboa, O Evangelho Segundo Jesus Cristo, Ensaio Sobre a Cegueira) ou do demônio imbatível das letras António Lobo Antunes com mais de trinta livros publicados, entre eles: Conhecimento do Inferno e Explicação dos Pássaros(sigam os links para resenhas do Mundo de K).

A limitação de apenas 20 títulos, como já é tradição aqui no blog, também dificultou muito a escolha, forçando a exclusão de alguns autores importantes e consagrados como: Bocage, Antero de Quental, Cesário Verde, Camilo Castelo Br…

Paul Beatty - Man Booker Prize 2016

Imagem
Paul Beatty, de 54 anos, é o primeiro norte-americano a vencer o Man Booker Prize, o mais importante prêmio literário em língua inglesa da atualidade. Criado originalmente em 1968, somente para escritores do Reino Unido, Irlanda e da comunidade britânica, este é o terceiro ano em que foram adotados os critérios de seleção mais ampliados, podendo concorrer autores de qualquer nacionalidade, desde que escrevam em inglês e tenham publicado a sua obra no Reino Unido. Depois do Nobel é certamente o prêmio que mais provoca o aumento de vendas de um romance.

"The Sellout", que já havia sido premiado nos Estados Unidos com o National Book Critics Circle Award, foi comparado pelo júri do Man Booker Prize com obras escritas por Mark Twain e Jonathan Swift, mestres do gênero da sátira. O autor escreve sobre as relações raciais e tem como narrador um americano negro que, para afirmar a sua identidade afro-americana, procura restabelecer a escravatura e a segregação. A obra, premiada c…

Pierre Pellegrini e a fotografia da solidão

Imagem
O fotógrafo suíço Pierre Pellegrini, nascido em 1968, dispensa o elemento humano nas suas fotografias em preto e branco que acabam sempre transmitindo uma sensação de tristeza e solidão (ver outros trabalhos no portfolio do fotógrafo em seu site oficial). As composições nebulosas da natureza, geralmente árvores, revelam paisagens que não parecem fazer parte do mundo real (este sim, infelizmente, cada vez mais triste) devido à técnica da longa exposição com sua câmera digital Hasselblad 503 CW. Foi difícil escolher tão poucos exemplos dessas belas composições, imagens excelentes para se utilizar em uma capa de romance ou antologia de contos não acham?

Pierre Pellegrini se considera um fotógrafo amador (conheça mais sobre sua técnica nesta entrevista), que inicialmente tentou seguir a carreira de arquiteto, ele aprendeu que "a fotografia representa uma forma maravilhosa de se comunicar e, ao mesmo tempo, dar aos espectadores a chance de sentir as emoções". Um olhar que procura …

Finalistas do Prêmio Jabuti 2016

Imagem
Divulgados os finalistas de cada uma das 27 categorias da 58° edição do Prêmio Jabuti. Um total de 2.400 livros publicados em 2015 foram avaliados pela organização. A cerimônia de entrega da premiação será realizada em 24 de novembro de 2016, no Auditório Ibirapuera em São Paulo. Os primeiros colocados receberão o troféu Jabuti e R$ 3,5 mil. Na cerimônia de premiação, serão revelados os vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – não Ficção que receberão o prêmio de R$ 35 mil.

Este ano o mais tradicional prêmio literário do Brasil tem uma novidade, a participação do público à partir desta fase, bastando para isso acessar o site da amazon baixar amostras gratuitas dos livros e deixar uma avaliação — não há necessidade de comprar as versões eletrônicas das obras. Os melhores avaliados receberão o prêmio do público, que será anunciado junto com os títulos vencedores. Abaixo os finalistas das categorias de romance, contos e crônicas e poesia da edição 2016 do Prêmio Jabuti: 

Romanc…

Qual é a cor do vento?

Imagem
Apesar de não ser a especialidade da casa, me chamou a atenção a dica do site Brain Pickings sobre o lançamento em inglês deste criativo livro infantil da escritora e ilustradora belga Anne Herbauts por meio de uma editora independente americana chamada Enchanted Lion Books(detalhes do lançamento no site da Amazon). Para minha surpresa, verifiquei que o mesmo livro já havia sido publicado no Brasil em 2013 com o título: "De que cor é o vento?", pela editora FTD com tradução de Ana Maria Machado, mas não encontrei referência na página da editora e, além disso, o livro encontra-se indisponível nos sites online da Travessa e Cultura, fico grato por informações sobre esta edição aparentemente descontinuada.

Segundo Anne Herbauts, a inspiração para o livro surgiu durante um workshop que ela estava conduzindo, quando foi questionada por um menino cego se ela, como artista, poderia dizer-lhe de que cor o vento era. Sensibilizada pela sinceridade da pergunta, a autora tentou responde…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...