Azul é a cor que eu mais gosto - Gustavo


Filho, quando te vemos assim
rosto ensolarado de criança
no vaivém do balanço
a vida fica mais alegre
como sempre devia ser

Teu corpo sorridente
fica o tempo todo brincando
de ir e voltar
enquanto nós, tua mãe e eu,
não conseguimos te acompanhar
no sentir, só no olhar.

7 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Explicação da Eternidade, um poema de José Luís Peixoto

A arte de escrever crônicas

As 20 melhores distopias da literatura

O Idiota - Fiódor Dostoiévski

Jonathan Shaw - Scab Vendor

As 20 melhores utopias da literatura