500 Anos de Mulheres na Arte Ocidental

Conheci este vídeo no blog NadadeOrdinário e achei incrível a forma como é encadeada a passagem entre várias épocas e estilos, mas sempre captando a essência e sensibilidade da alma feminina. Na verdade, a minha impressão é de ser a mesma mulher sempre.

Para quem quiser se aprofundar um pouco mais na origem das pinturas, esta sequência mágica é baseada nos seguintes artistas:

Leonardo Da Vinci, Raphael - Raffaello, Titian - Tiziano Vecellio , Sandro Botticelli , Giovanni Antonio Boltraffio, Albrecht Dürer, Lucas Cranach the Elder, Antonello da Messina, Pietro Perugino, Hans Memling, El Greco, Hans Holbein, Fyodor Stepanovich Rokotov , Peter Paul Rubens, Gobert, Caspar Netscher, Pierre Mignard, Jean-Marc Nattier, Élisabeth-Louise Vigée-Le Brun, Sir Joshua Reynolds, Franz Xaver Winterhalter, Alexei Vasilievich Tyranov, Vladimir Lukich Borovikovsky, Alexey Gavrilovich Venetsianov, Antoine-Jean Gros, Orest Adamovich Kiprensky, Amalie, Jean-Baptiste Camille Corot, Édouard Manet, Flatour, Jean Auguste Dominique Ingres, William Clark Wontner, William-Adolphe Bouguereau, Comerre, Leighton, Blaas, Renoir, Millias, Duveneck, Cassat, Weir, Zorn, Alphonse Mucha, Paul Gaugan, Henri Matisse, Picabia, Gustav Klimt, Hawkins, Magritte, Salvador Dali, Malevich, Merrild, Modigliani, Pablo Picasso

Enfim, chega de apresentações e vamos ao vídeo. Ah sim! Favor deixar o som ligado, pois é fundamental nesta montagem, trata-se simplesmente da Suite de Cello N° 1, Sarabande, de Johann Sebastian Bach.

10 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

20 frases que mostram como o xadrez não é um jogo

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores utopias da literatura

20 personagens femininas da literatura mundial

As 20 obras mais importantes da literatura francesa