Radiohead - OK Computer

Após dez anos de lançamento do album "OK Computer (1997)", Thom Yorke e demais integrantes do Radiohead tem garantida a sua maioridade na cena do Rock contemporâneo e assegurado o posto de uma das bandas mais criativas e influentes desde o início dos anos noventa.

Terceiro album na discografia da banda, em sequência a "Pablo Honey (1993)" e "The Bends (1995)", "OK Computer (1997)" tem sido considerado pela crítica especializada um dos melhores discos de Rock de todos os tempos.

Na minha opinião, os três primeiros albuns do Radiohead devem ser incluídos em qualquer lista do tipo "dez mais" dos anos noventa. Somando-se a esta lista, pelo menos, os excelentes "Nevermind (1991)" e "In Utero (1993)" do Nirvana, sobra muito pouco para o restante da década.

"OK Computer" é um album conceitual, mas sem os exageros sinfônicos e viagens delirantes (muitas vezes entediantes) das bandas progressivas dos anos setenta como Yes, Genesis e Gentle Giant. Os arranjos do Radiohead estão sempre cheios de guitarras raivosas e recursos eletrônicos, alternados por passagens acústicas de piano e violão como nas belíssimas "Karma Police" e "Paranoid Android".

As composições de Thom Yorke refletem a situação do homem moderno, solitário e amargurado por um fim de século sem esperanças e cercado de tecnologia inútil. As letras completas do Radiohead podem ser encontradas no endereço: "green plastic" e uma tradução das letras de "OK Computer" com alguns comentários interessantes no endereço: "Whiplash".

3 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

My Question for Myself

As 20 obras mais importantes da literatura argentina

As 20 melhores utopias da literatura

Hilda Hilst - Da poesia

O Idiota - Fiódor Dostoiévski