Jean-Marie Gustave Le Clézio - Nobel 2008

Mais uma vez a Academia Sueca surpreendeu ao escolher o francês Jean-Marie Gustave Le Clézio para ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2008. Le Clézio será premiado com 10 milhões de coroas suecas (US$ 1,3 milhão) no dia 10 de dezembro, cerimônia oficial de entrega. A justificativa pela escolha do escritor, publicada no site do Nobel, o cita como um “autor de inovações, aventuras poéticas e êxtase sensual, explorador de uma humanidade que transcende a civilização dominante". Entre as obras de Le Clézio publicadas no Brasil e ainda disponíveis estão: O Peixe Dourado (Companhia das Letras, 2001), A Quarentena (Companhia das Letras, 1997) e O Africano (Cosac Naify, 2007). Sendo que os seguintes livros encontram-se, até o momento, fora de catálogo: À Procura do Ouro (Brasiliense, 1985) O Deserto (Brasiliense, 1986); Diego e Frida (Escrita, 1994).

Le Clézio, em entrevista a uma rádio sueca, agradeceu "com muita sinceridade à Academia Nobel", dizendo que também irá ao país em 25 de Outubro para receber o prêmio literário sueco Stig Dagerman, que foi atribuído a ele em Junho. Pouco antes da notícia do prêmio, falou a uma emissora de rádio francesa que a possibilidade de ganhar tal prêmio "é algo que faz você continuar publicando, que dá vontade de seguir escrevendo... Nós escrevemos para ser lidos, para encontrar respostas e essa é uma resposta". O último escritor francês a ganhar o prémio tinha sido Claude Simon, em 1985.

Este ano, a polêmica declaração de Horace Engdahl, Secretário Permanente da Academia Sueca, norteou os debates sobre os favoritos ao prêmio, visto que menosprezou a literatura norte-americana ao declarar que o país é demasiado insular e ignorante para competir com a Europa como centro literário do mundo. "Eles não traduzem o suficiente e não participam realmente do grande diálogo da literatura", disse Engdahl. "Essa ignorância é limitante", acrescentou. A declaração parece ter esvaziado as possibilidades de autores como Philip Roth, Joyce Carol Oates e Don DeLillo.

18 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

My Question for Myself

Hilda Hilst - Da poesia

As 20 obras mais importantes da literatura argentina

As 20 melhores utopias da literatura

O Idiota - Fiódor Dostoiévski