Manhã de Carnaval - Sungha Jung

Vem se aproximando o Carnaval e constatamos novamente o rápido processo de degradação da cultura popular brasileira dos últimos tempos com o interminável lançamento automático de sambas-enredo industrializados e pagodeiros românticos. No entanto, houve uma época em que o termo cultura popular podia ser aplicado com propriedade às composições, onde melodia e letra representavam um esforço de originalidade e qualidade em categorias como o chorinho, samba-canção e mesmo nas antigas marchas carnavalescas.

Um bom exemplo de composição mais elaborada é "Manhã de Carnaval" de Luiz Bonfá e Antônio Maria, incluída na trilha sonora do filme "Orfeu Negro" em 1959 e que consolidou o fenômeno da Bossa Nova, com projeção internacional no final da década de 50. É muito comum músicos de Jazz como Joe Pass, John McLaughlin e George Benson, incluírem nos seus repertórios esta música que já se transformou em um standard para improvisações, assim como "Night and Day" e "My Funny Valentine".

Sungha Jung é um violonista prodígio da Coréia do Sul com apenas doze anos e uma centena de vídeos no Youtube. Existem interpretações melhores na Internet de "Manhã de Carnaval" como a de Baden Powell ou do próprio Luiz Bonfá, mas este vídeo do pequeno Sungha Jung demonstra como a música não tem fronteiras, mesmo que seja com um pequeno sotaque asiático!

Manha de Carnaval - Sungha Jung
Enviado por
vito_di_leo

36 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

My Question for Myself

Hilda Hilst - Da poesia

As 20 melhores utopias da literatura

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

Os 20 melhores sites literários na internet