Prêmio Portugal Telecom 2009

Prêmios literáriosA sétima edição do Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa 2009, contemplando as categorias de romance, conto, poesia, crônica, dramaturgia e autobiografia, divulgou na última quarta-feira os 50 livros selecionados para a próxima fase. A premiação contemplará os três vencedores com R$ 100 mil ao primeiro colocado, R$ 35 mil ao segundo e R$ 15 mil ao terceiro.

Segundo informações divulgadas no site, o romance predominou tanto nas inscrições quanto na lista dos selecionados. Do total de 501 livros inscritos, 197 foram romances e dos 50 finalistas, 28 são desse gênero literário. Já os contos, que compareceram novamente este ano em peso, com 88 inscrições, tiveram apenas quatro obras escolhidas pelo júri. Quanto à poesia, diferentemente de outras edições, tiveram 172 inscrições e apenas 12 livros foram selecionados.

A lista completa conta com nomes expressivos como os portugueses José Saramago (“A viagem do elefante”) e António Lobo Antunes (“Ontem não te vi em Babilônia”), além dos brasileiros Dalton Trevisan, Lourenço Mutarelli, Daniel Galera, Moacyr Scliar, Luiz Ruffato, João Gilberto Noll e Milton Hatoum. Em 16 de Setembro será divulgada a lista final com as 10 obras candidatas e no final de Outubro os vencedores do Prêmio Portugal Telecom 2009. Segue a lista completa em ordem alfabética por títulos:

(01) Lourenço Mutarelli - A arte de produzir efeito sem causa
(02) Luis Nassif - A casa da minha infância
(03) Inês Pedrosa - A Eternidade e o Desejo
(04) Paula Glenadel - A fábrica do feminino
(05) Gustavo Bernardo - A filha do escritor
(06) Miguel Sanches Neto - A primeira mulher
(07) José Saramago - A viagem do elefante
(08) João Gilberto Noll - Acenos e afagos
(09) Marcelo Mirisola - Animais em extinção
(10) Gonçalo Tavares - Aprender a rezar na era da técnica
(11) Fabrício Carpinejar - Canalha!
(12) José Luís Peixoto - Cemitério de pianos
(13) Renata Pallottini - Chocolate amargo
(14) Pádua Fernandes - Cinco lugares da fúria
(15) Eucanaã Ferraz - Cinemateca
(16) Alkmar Santos - Circenses
(17) Annita Costa Malufe - Como se caísse devagar
(18) Luiz Vilela - Contos eróticos
(19) Daniel Galera - Cordilheira
(20) Ruy Espinheira Filho - De paixões e de vampiros
(21) Carola Saavedra - Flores azuis
(22) Ronaldo Correia de Brito – Galiléia
(23) Silviano Santiago - Heranças
(24) Salim Miguel - Jornada com Rupert
(25) José Luiz Tavares - Lisbon blues
(26) Moacyr Scliar - Manual da paixão solitária
(27) Godofredo de Oliveira Neto - Marcelino
(28) Leandro Konder - Memórias de um intelectual comunista
(29) Manoel de Barros - Memórias inventadas - A terceira infância
(30) Carlos Felipe Moisés - Noite nula
(31) Nuno Ramos - Ó
(32) Contardo Calligaris - O conto do amor
(33) Vanessa Barbara - O livro amarelo do Terminal
(34) João Almino - O livro das emoções
(35) Luiz Ruffato - O livro das impossibilidades
(36) Maria Esther Maciel - O livro dos nomes
(37) Dalton Trevisan - O maníaco do olho verde
(38) Luís Carlos Patraquim - O osso côncavo e outros poemas
(39) António Lobo Antunes - Ontem não te vi em Babilônia
(40) Milton Hatoum - Órfãos do Eldorado
(41) Alcione Araújo - Pássaros de vôo curto
(42) Conceição Evaristo - Poemas da recordação e outros movimentos
(43) Predadores - Pepetela
(44) Marcelino Freire - Rasif
(45) Horácio Costa - Ravenalas
(46) Evando Nascimento - Retrato desnatural
(47) Miguel Sousa Tavares - Rio das Flores
(48) Vitor Ramil - Satolep
(49) Rodrigo de Souza Leão - Todos os cachorros são azuis
(50) Mia Couto - Venenos de Deus, remédios do Diabo
17 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Explicação da Eternidade, um poema de José Luís Peixoto

A arte de escrever crônicas

As 20 melhores distopias da literatura

O Idiota - Fiódor Dostoiévski

Jonathan Shaw - Scab Vendor

As 20 melhores utopias da literatura