20 frases de Otto Lara Resende

Literatura brasileiraEscritor e jornalista, o mineiro de São João Del Rey, Otto Lara Resende (1922-1992) ficou conhecido pelo seu poder de síntese na criação de frases imortais. Nelson Rodrigues (1912-1980), frasista incomparável, chegou uma vez a sugerir que alguém seguisse Otto 24 horas por dia para anotar as frases que ele fosse deixando pelo caminho. O próprio Nelson se dizia disposto a realizar esta tarefa para depois abastecer uma "Loja de Frases". Na verdade, Otto passou a ser uma fixação para Nelson Rodrigues que o "homenageou" com o título "Bonitinha mas ordinária ou Otto Lara Resende".

Juntamente com os amigos Fernando Sabino, Hélio Pellegrino e Paulo Mendes Campos formou o grupo conhecido como os quatro mineiros do apocalipse que marcou a cultura e literatura nacional, inventando um jeito mineiro, mas também carioca de ser.

Bem, achei que seria uma boa idéia relembrar algumas dessas frases definitivas de um escritor que faz falta nos dias de hoje. Difícil foi selecionar apenas 20 frases!

(01) Há em mim um velho que não sou eu.

(02) A Europa é uma burrice aparelhada de museus.

(03) Tenho para mim que sei, como todos os brasileiros, os três primeiros minutos de qualquer assunto.

(04) Abraço e punhalada a gente só dá em quem está perto.

(05) Como pai, me considero, modéstia à parte, uma mãe exemplar.

(06) Sou um falante que ama o silêncio.

(07) A tocaia é a grande contribuição de Minas à cultura universal.

(08) O mineiro só é solidário no câncer.

(09) Todo mundo que cruzou comigo, sem precisar parar, está incorporado ao meu destino.

(10) Deus é humorista.

(11) Ultimamente, passaram-se muitos anos.

(12) Devo ter sido o único mineiro que deixou de ser diretor de banco.

(13) Sou um sobrevivente sob os escombros de valores mortos.

(14) Texto de jornal é estação de trem depois que o trem passou. Deixou de ter interesse.

(15) A morte é noturna. À noite, todos os doentes agonizam.

(16) Leio muito à noite. Só não sou inteiramente uma besta porque sofro de insônia.

(17) Sou autor de muitos originais e de nenhuma originalidade.

(18) O mineiro seria um cara que não dá passo em falso, é cauteloso. Em Minas Gerais não se diz cautela, se diz pré-cautela...

(19) A morte é, de tudo na vida, a única coisa absolutamente insubornável.

(20) Escrever é de amargar.

Para finalizar, segue um exemplo precioso da prosa mineira, carioca e, principalmente, universal de Otto Lara Resende:

Vista Cansada

(Otto Lara Resende)

"Uma criança vê o que um adulto não vê. Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo. O poeta é capaz de ver pela primeira vez o que de tão visto ninguém vê. Há pai que nunca viu o próprio filho. Marido que nunca viu a própria mulher. Isso exige às pampas. Nossos olhos se gastam no dia-a-dia, opacos.
É por aí que se instala no coração o monstro da indiferença".

Outras listas top 20 do Mundo de K: 20 traições famosas da literatura; 20 personagens mentalmente desequilibrados; 20 mortes inesquecíveis da literatura mundial; 20 personagens femininas da literatura mundial; 20 classificações de livros segundo Italo Calvino; 20 pensamentos desconcertantes (mas verdadeiros) de Woody Allen.
30 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores resenhas do Mundo de K em 2017

As 20 melhores distopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

Fernando Morais - Corações Sujos

Vencedores do Prêmio Jabuti 2017