Bob Dylan: The Brazil Series

PinturaEste livro de 192 páginas com lançamento previsto para outubro e que já está disponível para pré-venda na Amazon, reúne a nova coleção de pinturas de Bob Dylan: "Brazil Series" a ser apresentada pela primeira vez em Copenhague, em setembro, anunciou nesta segunda-feira o museu dinamarquês Statens Museum for Kunst (ver site do museu aqui). A coleção, constutuída por 40 telas pintadas em acrílico e oito desenhos, está agendada para apresentação pública no período de 4 de setembro a 30 de janeiro de 2011. Segundo o curador-chefe Kaspar Monrad, esta coleção foi criada por Dylan entre 2009 e o primeiro trimestre de 2010 especialmente à pedido deste que é o maior museu da Dinamarca.

Os temas das pinturas referem-se a paisagens da vida cotidiana nas cidades, as favelas e o interior do Brasil. Sobre a sua divisão entre música e pintura, de acordo com declaração de Dylan no site do museu, o artista deve estar sempre se movendo e se transformando, de maneira que é natural uma oscilação entre diferentes formas de expressão artística.

Espero que este trabalho de Dylan não venha a comprometer sua credibilidade artística em outras áreas, pois me causa estranheza o fato dele pintar sobre temas tão distantes da sua realidade e que ele, certamente, não poderia vir a conhecer suficientemente após tão poucas visitas ao Brasil. De qualquer forma vamos aguardar o lançamento com o interesse e imparcialidade que qualquer trabalho de Dylan merece. Ver exemplo abaixo disponível, entre outros, no press release do museu (por acaso alguém sabe onde se localiza a favela "Villa Broncos"?).

Pintura
Favela Villa Broncos 2010 - Pintura acrílica sobre tela 106,7 X 142,2 cm
16 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Fernando Morais - Corações Sujos

Tianjin Binhai Library, a mais nova biblioteca da China

100 Livros Notáveis em 2017 - New York Times

As 20 melhores distopias da literatura

19ª Festa do Livro da USP

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira