Revista Pessoa


Melhor nome não poderia ter sido pensado para a revista que busca firmar-se como espaço de democratização do acesso à produção literária de língua portuguesa. A revista Pessoa, com periodicidade trimestral, foi lançada no último dia 20, durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo. As edições impressas serão distribuídas gratuitamente em bibliotecas, centros e espaços culturais e também nas ruas. 

A revista Pessoa ocupará um importante espaço na integração cultural dos países lusófonos (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste). Esta primeira edição conta com textos inéditos dos brasileiros Fabrício Carpinejar e Marina Colasanti, do moçambicano Luís Carlos Patraquim, e do angolano João Melo. A editora executiva Mirna Queiroz descreveu a missão da revista da seguinte forma: “Pretende ser uma plataforma de integração da literatura em língua portuguesa, dispersa entre a América do Sul, Europa, África e Ásia”. Não entendo como uma inciativa importante como esta é tão pouco divulgada na mídia brasileira.




10 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 melhores distopias da literatura

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores utopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

20 personagens femininas da literatura mundial

Sheyla Smanioto - Desesterro