Revista Pessoa


Melhor nome não poderia ter sido pensado para a revista que busca firmar-se como espaço de democratização do acesso à produção literária de língua portuguesa. A revista Pessoa, com periodicidade trimestral, foi lançada no último dia 20, durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo. As edições impressas serão distribuídas gratuitamente em bibliotecas, centros e espaços culturais e também nas ruas. 

A revista Pessoa ocupará um importante espaço na integração cultural dos países lusófonos (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste). Esta primeira edição conta com textos inéditos dos brasileiros Fabrício Carpinejar e Marina Colasanti, do moçambicano Luís Carlos Patraquim, e do angolano João Melo. A editora executiva Mirna Queiroz descreveu a missão da revista da seguinte forma: “Pretende ser uma plataforma de integração da literatura em língua portuguesa, dispersa entre a América do Sul, Europa, África e Ásia”. Não entendo como uma inciativa importante como esta é tão pouco divulgada na mídia brasileira.




10 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

Mario Levrero - O Romance Luminoso

Felipe Franco Munhoz - Identidades

Vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2018