Robert Bly

O poeta e ativista político americano Robert Bly, nascido em 1926 e vencedor do National Book Award em 1968 com o livro de poemas The Light Around the Body, ficou conhecido por sua atuação contra a participação dos EUA na guerra do Vietnam, tendo fundado em 1965 a organização: American Writers Against the Vietnam War. Na semana passada estava lendo uma antologia sobre a nova poesia americana (organização de Kerry Shawn Keys - Editora Escrita - 1980) quando me deparei com o poema abaixo que ficou grudado no meu inconsciente por alguns dias. É um poema que ironiza o comportamento das agências de notícia e a sua mórbida fixação pela contagem de corpos. Apesar de ter sido escrito nos anos sessenta, durante a guerra do Vietnam é válido para qualquer guerra e ainda é tristemente atual.

Segundo Robert Bly declarou em 2007 (ver  matéria completa clicando aqui): "é muito apropriado termos poemas contra a guerra e também bastante apropriado não ficarmos desapontados se nada mudar". Eu diria que, mesmo assim, valeu a tentativa. 

COUNTING THE SMALL-BONED BODIES
(Robert Bly)

Let’s count the bodies over again.

If we could only make the bodies smaller,

The size of skulls,
We could make a whole plain white with skulls in the moonlight!

If we could only make the bodies smaller,

Maybe we could get
A whole year’s kill in front of us on a desk!

If we could only make the bodies smaller,

We could fit
A body into a finger-ring, for a keepsake forever.


CONTANDO CORPOS DE PEQUENO PORTE
(tradução de Luiz Olavo Fontes)

Contaremos os corpos mais uma vez.

Se pudéssemos tão somente tornar os corpos menores,
Tamanho de crânios,
Poderíamos fazer toda uma planície branca de crânios ao luar!

Se pudéssemos tão somente tornar os corpos menores,
Talvez tivéssemos
todas as matanças do ano diante de nós na escrivaninha!

Se pudéssemos tão somente tornar os corpos menores,
Poderíamos introduzir
Um corpo numa aliança e guardar de lembrança para sempre.

Algumas análises críticas muito boas sobre este poema na página da Universidade de Illinois: Modern American Poetry, visitar aqui.
4 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Explicação da Eternidade, um poema de José Luís Peixoto

A arte de escrever crônicas

As 20 melhores distopias da literatura

O Idiota - Fiódor Dostoiévski

Jonathan Shaw - Scab Vendor

As 20 melhores utopias da literatura