20 frases de Millôr Fernandes

Humor de Millôr

Difícil escolher apenas 20 frases de Millôr Fernandes, desenhista, humorista, tradutor e escritor carioca, um dos fundadores em 1969 do jornal "O Pasquim", símbolo da resistência contra a censura na ditadura militar. Simplesmente um homem inteligente como poucos em nosso país. Que falta imensa nos faz o Millôr para comentar esse noticiário surrealista dos nossos dias atuais.

(01) Também não sou um homem livre. Mas muito poucos estiveram tão perto;

(02) De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência;

(03) Uma mulher nunca é tão bela quanto já foi;

(04) Estou escrevendo minha biografia. Mas ainda não decidi o final;

(05) Quando fizerem minha autópsia encontrarão o Rio no meu coração;

(06) O capitalismo é a exploração do homem pelo homem. E o comunismo é exatamente o contrário;

(07) Ser brasileiro me deixa sempre um pouco subdesenvolvido;

(08) Brasil, país do futuro. Sempre;

(09) Viver é desenhar sem borracha;

(10) Minha especialidade e meu orgulho – sou o maior leigo do país;

(11) Sou carioca de algema;

(12) Até os 12 anos morei em casas, espécie de apartamentos primitivos;

(13) Eu sempre sei do que estou falando. Tirando isso não sei mais nada;

(14) Anatomia é uma coisa que os homens também têm, mas que, nas mulheres, fica muito melhor;

(15) Não há nada mais equivocado do que ter certeza;

(16) O bom da gente ser pobre, triste, feio, doente e velho é que nada pior nos pode acontecer;

(17) Muitos dão a vida por suas crenças. Nunca arrisquei a vida pelo meu ceticismo;

(18) Quando acordo de manhã tenho a certeza de que não morri de noite. E fico feliz com isso;

(19) Neste mundo não há felicidade. Eu sou feliz assim mesmo;

(20) Está bem. Deus é brasileiro. Mas pra defender o Brasil de tanta corrupção só colocando Deus no gol.
 
7 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Os 20 melhores sites literários na internet

As 20 melhores distopias da literatura

Os meninos da rua Paulo - Ferenc Molnár

As 20 melhores utopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

Explicação da Eternidade, um poema de José Luís Peixoto