20 citações sobre as dificuldades do amor na literatura

Vênus e o Cupido - Lorenzo Lotto (1480 - 1566)
Vênus e o Cupido - Lorenzo Lotto (1480 - 1566)

Sempre existe uma forma diferente de escrever sobre um mesmo assunto, principalmente se considerarmos as características de cada época e estilo, ainda mais para um tema tão recorrente como as dificuldades do amor, é surpreendente constatar as diversas e criativas abordagens de autores na literatura de Shakespeare até Woody Allen.

(01) "O amor sendo cego, os enamorados não podem ver as loucuras que cometem."
        William Shakespeare (1564-1616);

(02) "Não se poderia descobrir a arte de se fazer amar por sua própria mulher?"
        Jean de La Bruyère (1645-1696);

(03) "No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo."
        Jonathan Swift (1667-1745);

(04)  "Quando o homem ama a mulher, fala muito com ela, e sobre ela; quando deixa de a amar, fala com ela sobre ele."Johann Goethe (1749-1832)

(05) "Quando nos apaixonamos, começamos por nos iludir e acabamos iludindo aos outros. É isto que chamam de romance." - Oscar Wilde (1854-1900) em "O retrato de Dorian Gray" (1890);

(06) "As pessoas deveriam estar sempre apaixonadas. É por isso que nunca deveriam se casar."
        Oscar Wilde (1854 - 1900) em "Uma mulher sem importância" (1893);

(07) "Amar é mudar a alma de casa.”
        Mario Quintana (1906-1994) em "Sapato Florido" (1948);

(08) "O meu amor e eu / nascemos um para o outro / agora só falta quem nos apresente."
        Cacaso (1944-1987) em "Happy End" - Beijo na Boca (1975);

(09) "Nunca mais quero amar com outra coisa além do corpo."
        James Baldwin (1924-1987);

(10) "Sua voz quando ela canta me lembra um pássaro, mas não um pássaro cantando: lembra um pássaro voando.” - Ferreira Gullar;

(11) "Amar é ser fiel a quem nos trai."
        Nelson Rodrigues (1912-1980);

(12) "O amor é o estado no qual os homens têm mais probabilidades de ver as coisas tal como elas não são."
        Friedrich Nietzsche (1844-1900);

(13) "De todas as formas de cautela, cautela no amor é talvez a mais fatal para a felicidade verdadeira."
        Bertrand Russell (1872-1970);

(14) "O amor começa quando uma pessoa se sente só e termina quando uma pessoa deseja estar só."
        Léon Tolstoi (1828-1910);

(15) "Só se ama o que não se possui completamente."
        Marcel Proust (1871-1922);

(16) "Nunca julgamos aqueles a quem amamos." 
        Jean-Paul Sartre (1905-1980);

(17)  "É possível amar o ser humano caso você não o conheça tão bem."
        Charles Bukowski (1920-1994);

(18) "O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança."
        Gabriel García Márquez (1927-2014)

(19) "Não se ama duas vezes a mesma mulher."
        Machado de Assis (1839-1908);

(20) "Finalmente tive um orgasmo. Mas o médico me disse que era do tipo errado."
        Woody Allen. 

21 comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Explicação da Eternidade, um poema de José Luís Peixoto

As 20 melhores distopias da literatura

A arte de escrever crônicas

O Idiota - Fiódor Dostoiévski

20 personagens femininas da literatura mundial

Jonathan Shaw - Scab Vendor