Bob Dylan - Nobel de Literatura 2016

Música

Bob Dylan é o vencedor do Nobel de Literatura 2016! A Academia Sueca conseguiu surpreender mais uma vez com a escolha deste ano e que certamente vai gerar muita polêmica (como sempre). Dylan foi premiado "por ter criado novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção americana". Uma decisão corajosa e que certamente será questionada por muitos puristas da literatura, mas não há como questionar que algumas letras do menestrel bem poderiam ter sido criadas como pura poesia.

Sou uma pessoa absolutamente suspeita para comentar sobre Dylan, cuja importância, na minha opinião, transcende em muito o cenário da música pop e rock. O valor literário de suas letras é também hoje inquestionável e pode ser comparado a autores como Rimbaud, Yeats, Robert Graves e Allen Ginsberg. Fico feliz com a escolha porque Bob Dylan, ou Robert Allen Zimmerman, vem ocupar aos 75 anos um lugar que é de direito na literatura e arte do nosso tempo.

O trecho abaixo, escrito por Robert Shelton que trabalhou como colunista do New York Times entre 1958 e 1968, e foi um dos primeiros críticos a descobrir o talento de Dylan em suas pequenas apresentações nos cafés de Nova York, explica o valor do poeta e o culto de seus fãs ao longo de toda a carreira. 

"Esta é a história de um poeta e músico nascido e renascido vezes a fio, que 'morreu' diversas 'mortes' e ainda assim continuou a viver. É a história de um herói popular que negou o próprio heroísmo, de um rebelde que desafiou a sua cultura com tal eloquência que ajudou a construir uma contracultura, e que então se voltou contra os excessos do que ajudou a criar. Esta é a crônica da mudança, do desafio à tradição inquestionável e da própria tradição da mudança. Esta é a tentativa de contar a verdade a respeito de um criador de mitos, um apropriador de mitos, um destruidor de mitos. Se os mitos são sonhos públicos e os sonhos mitos privados, então esta história tentará mostrar um poeta da canção que se tornou um sonhador público que transformou em mito os sonhos e pesadelos de uma geração" - No Direction Home - A vida e a música de Bob Dylan - Robert Shelton
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

20 frases que mostram como o xadrez não é um jogo

Paul Auster avança para a shortlist do Man Booker Prize 2017

As 20 melhores distopias da literatura

Sheyla Smanioto - Desesterro

As 20 capas de discos que marcaram época

20 personagens femininas da literatura mundial