Finalistas do Golden Man Booker Prize, o melhor do Booker em 50 anos

Literatura em língua inglesa

A Fundação Man Booker Prize lançou o prêmio Golden Man Booker em comemoração aos 50 anos da premiação mais importante de literatura contemporânea em língua inglesa. As cinco melhores obras premiadas nas últimas cinco décadas foram escolhidas por cinco juízes, um para cada década, e serão votadas pelo públicono período de 26 de maio a 25 de junho, no site do Man Booker Prize. O vencedor será anunciado em 8 de julho de 2018.

Não foi uma tarefa fácil para os juízes definirem uma relação de apenas cinco finalistas entre os 50 romances premiados na história do Booker. Uma lista de grandes autores, para citar apenas alguns: V. S. Naipaul, William Golding, Salman Rushdie, J. M. Coetzee, Peter Carey, Kazuo Ishiguro, A. S. Byatt, Arundhati Roy, Ian McEwan, Margaret Atwood, John Banville, Anne Enright, Hilary Mantel, Julian Barnes e George Saunders. Segue a relação de cinco finalistas escolhidos pelo júri:

V. S. Naipaul - In a Free State
Publicado no Brasil pela Companhia das Letras como "Num Estado Livre"

Penelope Lively - Moon Tiger
Publicado no Brasil pela Editora Bertrand como "Uma História do Mundo" - esgotado

Michael Ondaatje - The English Patient
Publicado no Brasil pela Companhia das Letras como "O paciente inglês"

Hilary Mantel - Wolf Hall
Publicado no Brasil pela Editora Record como "Wolf Hall"

George Saunders - Lincoln in the Bardo
Publicado no Brasil pela Companhia das Letras como "Lincoln no Limbo"

É claro que esta shortlist vai provocar muitas frustrações e reclamações, como não poderia deixar de ser. Considerando a escolha entre os cinco finalistas acima, ainda com o impacto da recente leitura, o meu favorito é George Saunders e o magnífico Lincoln no Limbo, vencedor da versão do Booker Prize de 2017 (Ler aqui resenha completa do Mundo de K).
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

Monólogo de Molly Bloom em Ulysses, "sim eu disse sim eu quero Sim"

Mario Levrero - O Romance Luminoso

Felipe Franco Munhoz - Identidades

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

Vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2018